Notícias

Artigo de Imprensa / 06 Abr 2020

Estudo: Hovione Macau produz droga inibidora do Covid-19

TDM, 6 abril 2020

Um medicamento inibidor do coronavírus testado, em laboratório, na Austrália, é produzido em Macau, há cerca de vinte anos, pela farmacêutica portuguesa Hovione.

Cientista australianos identificaram o Ivermectine, um desparasitante utilizado, em humanos, para combater doenças como a cegueira dos rios, sendo que grande parte da produção mundial é feita pela Hovione.

O estudo agora apresentado tem ainda um carácter preliminar mas pode levar a farmacêutica a envolver-se na produção de uma solução farmacológica para combater o vírus.

Em declarações à TDM Rádio Macau, Eddy Leong, o responsável da empresa portuguesa na RAEM, reiterou a atenção com que a a farmacêutica está a acompanhar estes estudos. “Se se demonstrar que [o Ivermectin] é eficaz no combate ao vírus, será, com certeza, alguma coisa em que queremos estar envolvidos”, observou.

No entanto, Eddy Leong também ressalvou que se trata ainda de “um estudo que os cientistas tem estado a desenvolver para tentar identificar alguma medicação que possa trata o coranavírus” e que, nos testes, que foram desenvolvidos durante as investigações, “parece ter alguma eficácia no combate”.

“Ainda precisa de ser testado em humanos, não está formalizado nem tem ainda, sequer, fundamento clínico. É um estudo que foi libertado com base em resultados que são, apenas, de laboratório.

O estudo está disponível na página online da Universidade Monash e demonstra que o Ivermectine tem eficácia com uma dose única e resultados visíveis no espaço de dois dias.


Leia o artigo no TDM

Também em Notícias